A Empresa

A ETTCA – Escola Técnica de Turismo Capixaba, fundada em 1998, sociedade juridicamente constituída como Organização sem fins lucrativos, tem por finalidade promover o desenvolvimento das potencialidades do Educando com vistas à sua auto-realização, à sua participação no mundo do trabalho, à sua efetiva atuação como homem e como cidadão. Possibilita a diversas camadas de público por se tratar de cursos com ampla fonte de segmentos. O público alvo objetiva principalmente àqueles que em sua maioria necessitam de especialização para o mercado de trabalho.

Para a consecução de seus objetivos, a ETTCA organiza-se com base numa estrutura integrada  que propicia ao aluno, ensino Técnico, Pós-médio e Profissionalizante. Tal estrutura possibilita oferecer ao aluno a oportunidade de opção de curso, segundo seus interesses e aptidões pessoais, podendo portanto, encaminhar-se ao ensino  de terceiro grau ao realizar cursos de qualificação que o habilitem profissionalmente para ingresso na força de trabalho.

O presente projeto constitui a contribuição da ETTCA para o processo de formação de mão-de-obra especializada na área de turismo. A definição de tal modalidade do curso baseou-se em considerações que entendemos serem da maior importância e que explicitamos a seguir:

•    O reconhecimento da contribuição que o setor de Turismo traz à economia dos Países;

•    O potencial turístico do Espírito Santo – e em especial Vitória, permite que a cidade se constitua num dos núcleos receptores de turistas de maior importância.

•    O potencial turístico de Minas Gerais – e em especial Belo Horizonte, permite que a cidade se constitua num dos núcleos receptores de turistas de maior importância.

•    Os atrativos culturais e naturais formando uma das mais completas  opções de lazer ao turista e que são consideravelmente belos, próprios em suas condições e tranqüilos em suas povoações.

•    A indústria do turismo, consideradas as suas peculiaridades, não vem sofrendo retração e a conseqüente redução de seus quadros. Ao contrário, verifica-se a existência de mercado para receber mão-de-obra  qualificada.

•    A Deliberação Normativa, de nº 141/85 da EMBRATUR, Ministério da Indústria e Comércio, estabelece para o exercício da profissão de Guia de turismo a comprovação de capacidade técnica e qualificação profissional para o exercício da atividade, o que será feito através da  apresentação de documento comprobatório da conclusão de cursos específicos.

•    A Deliberação Normativa nº 427 de 04 de outubro de 2001, considerando o que dispõe da Lei nº 8.623 de 28 de janeiro de 1993, notadamente no aspecto do exercício da profissão de Guia de Turismo, no território nacional, considerando o que dispõe o artigo 10, do Decreto nº 946 de 1º de outubro de 1993, que regulamentou o retrocitado dispositivo legal, considerando, finalmente, que se torna premente o aperfeiçoamento e a melhoria dos serviços oferecidos aos turistas ou viajantes, por intermédio do estabelecimento de condições operacionais para cadastramento e classificação dos guias de turismo.

•    Relativo aos Meios de Hospedagem de Turismo, chamados de Hotéis,  forte tendência está sendo observada e mesmo exigida no que tange ao perfeito, personalizado e profissional atendimento ao turista e condições estas, somente com qualificação de mão-de-obra   o oferecimento  de um serviço classe A com orientação e aprendizado por meio de cursos profissionalizantes.

•    Criatividade e Planejamento para criação, divulgação e promoção de eventos promocionais para a divulgação de culturas ou mesmo divulgação para entrosamento de locais, cidades ou municípios.

•    Para o comércio que vende o produto Turismo, objetivamos desde a legalização de uma Agência de Turismo, Termos Técnicos, Legislação até a forma mais rápida e profissional de trabalhar o dia a dia da venda e elaboração de produtos turísticos.